Ikea para de fazer seu catálogo após 70 anos

Varejista sueca citou mudança para compras online para determinar o fim da publicação

Catálogo da Ikea: primeira versão dupla (online e impressa) foi lançada em 2000
Catálogo da Ikea: primeira versão dupla (online e impressa) foi lançada em 2000 Foto: Billow926/Unsplash

Jordan Valinsky, do CNN Business, em Nova York

Ouvir notícia

A Ikea está encerrando a produção seu catálogo anual, uma publicação do tamanho da Bíblia, após 70 anos de publicação.

A varejista sueca citou a mudança crescente para a navegação e compras online para determinar o fim de seu catálogo. Em um comunicado, a Ikea disse que “tomou a decisão emocional, mas racional, de encerrar respeitosamente a carreira de sucesso” das versões impressa e digital do catálogo.

Leia também:
Luxo brasileiro: Vivara e Restoque estão entre as 100 maiores do setor no mundo
Rider lança linha de papetes para o verão
Natal de luxo: Airbnb oferece hospedagem em famosa loja de brinquedos de NY

“Virar a página com nosso amado catálogo é de fato um processo natural, uma vez que o consumo de mídia e os comportamentos dos clientes mudaram”, disse Konrad Grüss, executivo da Ikea, em comunicado. “A fim de alcançar e interagir com muitas pessoas, continuaremos inspirando com nossas soluções de decoração de novas maneiras”.

O primeiro catálogo Ikea foi lançado em sueco em 1951. A primeira versão dupla (online e impressa) foi lançada em 2000 e, em seu pico em 2016, a Ikea imprimiu 200 milhões de cópias em 32 idiomas em 50 mercados.

A Ikea está mudando cada vez mais seu foco para vendas e marketing digital. As vendas online da empresa tiveram um grande impulso durante a pandemia, quando milhões de pessoas transformaram suas casas em escolas e escritórios improvisados, com vendas crescendo 45% nos 12 meses até agosto, impulsionadas por 4 bilhões de visitas ao seu site.

Ainda assim, as lojas da marca, em espaços do tamanho de armazéns abrigando cafés amados pelo frequentadores, continuam sendo parte integrante do plano de crescimento da empresa. O CEO do Inter Ikea Group, Jon Abrahamsson Ring, disse que os clientes ainda querem “tocar e experimentar” seus produtos. A empresa disse que continuará a empregar uma “abordagem de mercado total”, oferecendo showrooms menores nos centros das cidades, lojas Ikea nos subúrbios mais tradicionais e centros de atendimento online.

O catálogo de 2021, lançado em outubro, será a versão final. No próximo ano, a Ikea lançará um livro menor que será “repleto de grande inspiração e conhecimento de decoração” e celebra a história do catálogo.

(Texto traduzido, clique aqui para ler o original em inglês).

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

Mais Recentes da CNN