Indústria da zona do euro segue em expansão em julho, mostra PMI

O subíndice de produção caiu a 61,1 de 62,6 em junho. Leitura acima de 50 indica crescimento

Montadora
Montadora Foto: Nacho Doce/Reuters

Jonathan Cable,

da Reuters

Ouvir notícia

A atividade manufatureira na zona do euro continuou a expandir a um ritmo forte em julho uma vez que a reabertura da economia levou ao aumento da demanda, mas gargalos de oferta elevaram os preços dos insumos, mostrou nesta segunda-feira (2) a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

O PMI final do IHS Markit para a indústria caiu a 62,8 em julho de uma máxima recorde em junho de 63,4, mas acima da preliminar de 62,6.

O subíndice de produção caiu a 61,1 de 62,6 em junho. Leitura acima de 50 indica crescimento.

“O fato de o crescimento da indústria da zona do euro ter esfriado ligeiramente em junho após expansão recorde durante o segundo trimestre não deve por si só ser uma grande preocupação, disse Chris Williamson, economista-chefe do IHS Markit.

A escassez de matérias-primas e a fraca disponibilidade de transporte elevou o subíndice de preços de insumos a 89,2, de 88,5, leitura mais elevada desde que a pesquisa começou em junho de 1997. Os preços cobrados por produtos acabados também subiram a uma taxa recorde.

 

Tópicos

Mais Recentes da CNN