Indústria do etanol vê oportunidade para crescer com nova gasolina mais cara

Presidente da Unica, entidade que reúne as empresas do setor, critica baixa qualidade do combustível fóssil até então importado

Do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia
Funcionário de posto de gasolina abastece carro em São Paulo (22/08/2013)
Combustível na bomba tem ficado mais caro na esteira da alta do petróleo no mercado internacional
Foto: Paulo Whitaker/Reuters

A indústria do etanol avalia que pode ter uma oportunidade de ganhar espaço na preferência dos motoristas brasileiros agora que o combustível fóssil passou a ser comercializado com novas especificações, que devem deixá-lo mais caro.

“A nossa padronização era tão deficitária que permitia a importação de derivados (de petróleo) de baixíssima qualidade”, disse Evandro Gussi, presidente da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), à agência Reuters.

“O etanol (hidratado, com adição de água) ganha competitividade com uma gasolina mais cara, além de ter todas as suas externalidades ambientais e sociais”, afirmou o executivo, lembrando que o etanol anidro já ajudava a melhorar a octanagem da gasolina.

Leia também:
Nova gasolina: ANP indica mais potência e menos consumo – mas um preço maior
Venda direta do etanol não traz benefício ao consumidor, diz presidente da UNICA
Nova gasolina entra em vigor: entenda como isso vai afetar o seu carro

Conforme resolução da Agência Nacional do Petróleo (ANP), passou a ser obrigatório a partir da segunda-feira (3) o valor mínimo de octanagem RON 92 para a gasolina comum. 

A nova gasolina terá uma maior eficiência energética, o que significa que será possível percorrer uma distância maior com a mesma quantidade de combustível. E será menos poluente.

O novo combustível custará mais no posto de combustível, mas a ANP afirma que esse custo será compensado pela eficiência energética. A questão é saber se o motorista vai fazer a conta.

(Com a Reuters)

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

 

 

 

Tópicos

Mais Recentes da CNN