Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Inscrições para bolsas da Fundação Estudar vão até terça-feira (29)

    Para participar, é necessário ter de 16 a 34 anos e estar em processo, matriculado ou cursando o ensino superior no Brasil ou exterior

    Existente há 31 anos, o Programa Líderes Estudar colaborou com a formação de mais de 760 nomes que hoje são referência nos mais diversos mercado
    Existente há 31 anos, o Programa Líderes Estudar colaborou com a formação de mais de 760 nomes que hoje são referência nos mais diversos mercado Kyle Gregory Devaras/ Unsplash

    Sofia Kercherdo CNN Brasil Business*

    Ouvir notícia

    Estão abertas no site as inscrições para o programa Líderes Escolar, da Fundação Escolar. Até terça-feira (29), estudantes brasileiros poderão se inscrever e concorrer a uma bolsa de estudo nas melhores universidades do país e do exterior.

    É necessário ter de 16 a 34 anos e estar em processo, matriculado ou cursando o ensino superior no Brasil ou no exterior para participar do programa.

    Os candidatos nos programas de graduação e intercâmbio precisam pagar uma taxa de R$ 75 para inscrição, e R$ 150 para programas de pós-graduação. Alunos que não tiverem condição financeira de arcar com o valor da taxa podem solicitar a isenção, comprovando a necessidade.

    Dentre as bolsas, estão disponíveis: graduação completa no Brasil; intercâmbio acadêmico de graduação ou duplo diploma; graduação completa no exterior ou pós-graduação no exterior.

    Não há um número pré-definido de bolsas, isto depende da quantidade de candidatos que se destacarem no processo. No ano passado, foram aprovados 34 estudantes. No entanto, a expectativa é de que, em 2022, esse número seja ampliado.

    O processo seletivo tem seis etapas, que envolvem testes de perfil e lógica, análise da trajetória, uma apresentação por vídeo e painéis com os fundadores e líderes do programa. A seleção dura cerca de dois meses.

    A Fundação Estudar ainda definirá se os painéis serão online ou presenciais. Contudo, todas as fases anteriores serão online.

    Sobre o projeto

    Criado há 31 anos, o Programa Líderes Estudar colaborou com a formação de mais de 760 nomes que hoje são referência nos mais diversos mercados. “Seu objetivo é estimular o desenvolvimento pessoal e profissional para que gerem grandes transformações no país”, explica Anamaíra Spaggiari, diretora executiva da Fundação Estudar.

    Dentre alguns deles estão a cientista Dayene Caldeira, doutoranda pela UFRJ, que está na fase de testes de um estudo que pode curar a asma de milhões de pessoas no mundo; Gabriel Bayomi, engenheiro de software na Apple, que atua com inteligência artificial e processamento de linguagem com a Siri; e a dupla Henrique Dubugras e Pedro Franceschi que, com apenas 23 anos, se tornaram os mais jovens fundadores de unicórnios do mundo.

    *Sob supervisão de Deise de Oliveira

    Mais Recentes da CNN