Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    INSS voltar a exigir prova de vida a partir desta terça-feira; veja o que fazer

    O retorno da comprovação de vida seguirá um calendário escalonado

    Thâmara Kaoru,

    do CNN Brasil Business, em São Paulo

    Ouvir notícia

    A prova de vida dos aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) volta a ser obrigatória a partir desta terça-feira (1º).

    O instituto havia deixado de exigir o procedimento em março de 2020 por causa da pandemia da Covid-19. Mas agora volta a exigir que segurados do INSS que recebem o benefício por conta corrente, conta poupança ou cartão magnético comprovem que estão vivo. Segundo o INSS, a medida é necessária para evitar fraudes e pagamentos indevidos.

    A volta da prova de vida seguirá um calendário escalonado. Neste mês, por exemplo, o procedimento será exigido de quem deveria ter feito a comprovação em março e abril de 2020. Veja as datas:

    Como fazer a prova de vida?

    • No banco pagador do benefício

    O segurado pode comparecer presencialmente no banco onde recebe seu pagamento para fazer a prova de vida, informou o INSS. É necessário levar um documento de identificação com foto.

    Algumas instituições bancárias oferecem alternativas, como prova de vida pelo caixa eletrônico ou por aplicativos. O beneficiário deve confirmar as opções disponíveis e o horário de funcionamento com banco, pois algumas instituições oferecem horários diferenciados para os beneficiários do INSS.

    • Pelo celular

    O INSS vem implantando gradualmente a prova de vida por biometria facial. O serviço está disponível nos aplicativos “Meu INSS” e “Meu gov.br”, porém, apenas para alguns beneficiários que já possuem carteira de motorista ou título eleitoral com biometria facial cadastrada.

    Segundo o instituto, os beneficiários que podem usar esse serviço são avisados por SMS (pelo número 280-41) ou e-mail. Quem não recebeu nenhum desses comunicados deve fazer a prova de vida como nos anos anteriores.

    O que acontece se não fizer a prova de vida?

    Quem deixa de fazer a prova de vida pode ter a aposentadoria ou a pensão bloqueada. O bloqueio do benefício acontece se o beneficiário não realizar a prova de vida no mês previsto no calendário do INSS.

    O benefício de quem deve fazer o procedimento em junho, por exemplo, passa a ser bloqueado no mês de julho, após o prazo previsto pelo calendário, informou o INSS.

    O que fazer se o benefício for bloqueado?

    Segundo o INSS, para aqueles que tiverem o benefício bloqueado, basta fazer a prova de vida normalmente para a liberação.

    Nos casos em que o beneficiário esteja impossibilitado de se locomover ou ausente por motivos de viagem, é possível realizar a prova de vida por procuração. Para isso, o beneficiário deve cadastrar um procurador pelo aplicativo Meu INSS.

    Mais Recentes da CNN