Instagram lança novas ferramentas de supervisão para pais

Opções estão atualmente disponíveis para pais nos Estados Unidos, com planos para serem lançados globalmente nos próximos meses

Instagram solicitará que usuários informem data de nascimento em esforço para segurança de jovens
Instagram solicitará que usuários informem data de nascimento em esforço para segurança de jovens Pixabay

Rachel Metzdo CNN Business

Ouvir notícia

​​Instagram está lançando novas ferramentas que os pais podem usar para ajudar a monitorar e limitar o uso do aplicativo de compartilhamento de fotos por seus filhos, meses após as divulgações de um denunciante do Facebook levantarem preocupações sobre o impacto da plataforma em usuários mais jovens.

As ferramentas, lançadas na quarta-feira (16), oferecem aos pais a capacidade de ver quanto tempo seus filhos passam no Instagram e definir limites para seu uso, bem como visibilidade das contas que seguem ou são seguidas.

As opções estão atualmente disponíveis para pais nos Estados Unidos, com planos para serem lançados globalmente nos próximos meses.

As novas opções foram anunciadas em uma postagem no blog do chefe do Instagram Adam Mosseri no final do ano passado, juntamente com alguns recursos que foram lançados na época voltados diretamente para usuários adolescentes, como incentivar os usuários a fazer uma pausa no aplicativo após um quantidade de tempo predeterminada.

No ano passado, a denunciante do Facebook, Frances Haugen, vazou centenas de documentos internos, incluindo alguns que mostravam que a empresa estava ciente das maneiras pelas quais o Instagram pode prejudicar a saúde mental e a imagem corporal, principalmente entre adolescentes.

Os legisladores interrogaram executivos do Facebook e do Instagram em audiências sobre esses e outros detalhes dos documentos, e o Instagram interrompeu um plano de lançar uma versão do Instagram para crianças menores de 13 anos.

Em uma postagem de blog na quarta-feira, Mosseri escreveu que as novas ferramentas também incluem a capacidade de pais e responsáveis ​​receberem uma notificação quando seu filho adolescente compartilhar que denunciou uma pessoa dentro do aplicativo.

Nos próximos meses, os pais poderão fazer coisas como determinar horários específicos do dia em que o adolescente pode usar o aplicativo.

Por enquanto, escreveu Mosseri, os adolescentes terão que iniciar o processo de supervisão do Instagram em seu smartphone ou tablet.

Os adultos poderão solicitar a supervisão da conta do adolescente por meio do aplicativo móvel ou do site a partir de junho, embora os adolescentes ainda precisem aprovar a solicitação antes que ela seja concedida.

O Instagram está lançando ferramentas que os pais podem usar para ficar de olho em como seus filhos usam o aplicativo de compartilhamento de fotos / Divulgação/ Meta

As ferramentas fazem parte de um “Centro Familiar” online que a empresa-mãe do Instagram, Meta, está construindo com o objetivo de eventualmente ter um lugar onde os pais possam supervisionar como seus filhos usam os vários aplicativos e tecnologias da Meta.

Novos controles dos pais estão chegando aos headsets e plataforma de realidade virtual da Meta também. Em um post no blog Oculus, a empresa disse que os pais em breve poderão bloquear o acesso a aplicativos que eles não querem que seus filhos usem (um padrão de desbloqueio especial será necessário para abrir o aplicativo).

Nos próximos meses, os pais também poderão ver por meio do aplicativo Oculus a quantidade de tempo que o filho adolescente está usando a RV.

Assim como o Facebook e o Instagram, os fones de ouvido Quest são destinados a usuários com 13 anos ou mais, mas a relativa novidade do meio como uma tecnologia popular – que muitos pais e filhos estão apenas começando a navegar – significa que os controles parentais estabelecidos podem estar ausentes ou difíceis de encontrar .
Samantha Kelly contribuiu para esta história.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN