Inter anuncia detalhes de reorganização societária com listagem nos EUA

Todas as ações do Banco Inter serão incorporadas por sua controladora direta, a Inter Holding Financeira S.A

Leonardo Guimarãesdo CNN Brasil Business

São Paulo

Ouvir notícia

O Banco Inter (BIDI11) anunciou nesta quinta-feira (7) os detalhes de sua reorganização societária, anunciada em maio. A base acionária da empresa será migrada para a Inter Platform Inc, que vai listar ações nos Estados Unidos e emitir BDRs – recibos das ações norte-americanas – na B3.

Com a mudança, as ações ordinárias (BIDI3) e (BIDI4) e preferenciais e units do banco (BIDI11) deixarão de ser negociadas na Bolsa brasileira. Em fato relevante, a empresa disse que vai manter registro de companhia aberta junto à CVM (Comissão de Valores Mobiliários) por ao menos 12 meses.

Os titulares das ações ordinárias e preferenciais do Inter, negociadas hoje na B3, terão a mesma participação no capital social da Inter Platform. O mesmo vale para donos das units.

Quem não quiser acompanhar a reorganização tem a opção de resgatar o dinheiro investido na companhia. O valor por ação ainda será definido por uma equipe independente, indicado por membros independentes do Conselho.

Todas as ações do Banco Inter serão incorporadas por sua controladora direta, a Inter Holding Financeira S.A.

Os BDRs de NÍvel 1 da empresa serão lastreados em ações de Classe A da empresa, com direito a um voto por ação. A Inter Platform ainda terá ações de Classe B, que conferem direito de 10 votos por papel e serão detidas pelos controladores da empresa.

A família Menin mantém o controle da empresa com 35% dos papéis da Inter Platform e 84% do capital votante.

Fundador e presidente do conselho da MRV Engenharia, o empresário Rubens Menin também é controlador do Banco Inter, da Log Commercial Properties e da CNN Brasil.

Tópicos

Mais Recentes da CNN