Investidores acumulam dinheiro em meio a temor de recessão, aponta BofA

Alocação em fundos em dinheiro cresceu, enquanto investimento em ações caiu em abril, mostra pesquisa com 200 gestores

Bank of America: Treasuries (títulos do Tesouro americano) foram as negociações 'mais movimentadas' pelo 2º mês
Bank of America: Treasuries (títulos do Tesouro americano) foram as negociações 'mais movimentadas' pelo 2º mês Foto: Carlo Allegri/Reuters

Reuters

Ouvir notícia

Os investidores vêm acumulando dinheiro a uma taxa que não é vista desde as consequências imediatas do ataque ao World Trade Center, em setembro de 2001, mostrou uma pesquisa de gestores de fundos do Bank of America (BofA) em abril. O movimento aparece na medida em que o coronavírus agita os mercados financeiros globais.

Os resultados da pesquisa mensal com quase 200 gestores de fundos globais do BofA mostraram que a alocação de fundos em dinheiro saltou de 5,1% para 5,9%, sugerindo uma corrida para o dinheiro em meio a expectativas de recessão.

A alocação para ações globais caiu 29 pontos percentuais, para 27% na comparação mensal, ao menor nível desde março de 2009.

Os investidores disseram que os Treasuries foram as negociações “mais movimentadas” pelo segundo mês consecutivo, enquanto uma “segunda onda” de coronavírus era o principal risco para os mercados.

Mais Recentes da CNN