IPVA 2021: pagamento antecipado de cota única começa nesta segunda (4) em SP

Quem quitar o tributo em uma única parcela até 20 de janeiro terá um desconto de 3% sobre o valor devido

Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Washington Luiz, colaboração para a CNN

Ouvir notícia

Proprietários de veículos do estado de São Paulo podem antecipar o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) a partir desta segunda-feira (4).

A opção está disponível para aqueles que desejam quitar o tributo em uma única parcela, independentemente do final da placa do carro. Quem fizer isso até 20 de janeiro, terá um desconto de 3% sobre o valor devido.

A cobrança de IPVA para os paulistas começa na próxima quinta-feira (7) para carros com placa terminada em 1. Na data de vencimento, o contribuinte pode quitar o imposto em cota única, com redução, ou pagar a primeira parcela. A cota única também pode ser paga em fevereiro. Nesse caso, porém, não haverá desconto (confira as datas na tabela abaixo).

Leia também:
Corretoras poderão atuar com pagamentos de boletos a partir de hoje
Mapa do Emprego: Veja quais os setores em alta e como ficam os salários em 2021

Para saber o valor do imposto, basta acessar o portal da Secretaria de Fazenda e informar o número do Renavam e placa do veículo. Outra opção é consultar pela rede bancária, nos terminais de autoatendimento, internet banking e aplicativos de celular disponibilizados pelos bancos.

No site, os proprietários de veículos para pessoas com deficiência (PCD) ainda podem consultar se permanecerão com o benefício de isenção do IPVA ou se já deverão se programar para pagar o imposto de 2021.

Quanto mais antigo o veículo, mais barato o imposto. Isso ocorre porque o preço varia conforme a alíquota, que incide sob o valor venal, calculado com base na tabela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Donos de automotores movidos à gasolina e bicombustíveis recolherão 4% sobre o valor determinado na Fipe. Veículos usados que utilizam exclusivamente álcool, eletricidade ou gás, ainda que combinados entre si, permanecem com a alíquota de 3%.

Carros novos com essas mesmas especificações de combustível em Nota Fiscal, adquiridos a partir de 15/01/21 terão alíquota de 4%. As picapes cabine dupla pagam 4%. Os utilitários (cabine simples), ônibus, micro-ônibus, motocicletas, motonetas, quadriciclos e similares recolhem 2% sobre o valor venal. Os caminhões pagam 1,5%

Atualmente, São Paulo tem aproximadamente 26 milhões de veículos. Desses, 17,8 milhões estão sujeitos ao recolhimento do IPVA e 7,6 milhões estão isentos por terem mais de 20 anos de fabricação. Cerca de 618 mil são considerados isentos, imunes ou dispensados do pagamento (como taxistas, pessoas com deficiência, igrejas, entidades sem fins lucrativos, veículos oficiais e ônibus/micro-ônibus urbanos).

Em 2021, o governo prevê arrecadar R$ 18,5 bilhões com o imposto. Quem deixar de recolher o IPVA pode ser multado em 0,33% por dia de atraso e juros de mora com base na taxa Selic. Depois de 60 dias, o percentual da multa fixa-se em 20% do valor do imposto.

Confira o calendário de pagamento do IPVA em São Paulo:

 

Mais Recentes da CNN