IR 2021: Este é o último fim de semana para declarar seu Imposto de Renda

Quem perder o prazo de envio terá de pagar multa de R$ 165,74 ou 1% do imposto devido, prevalecendo o maior valor

Foto: twomeows / Getty Images

Ouvir notícia

Cerca de 4,5 milhões de pessoas ainda não entregaram a declaração do Imposto de Renda, faltando poucos dias para o fim do prazo. Segundo a Receita Federal, até as 11h de sexta-feira (28), foram recebidas 27,5 milhões de declarações. Ao todo, são esperadas 32 milhões.

O prazo de entrega começou em 1º de março e vai até as 23h59min59s desta segunda-feira, 31 de maio. O programa para computador está disponível na página da Receita Federal na internet. Em alguns casos, é melhor entregar a declaração incompleta e depois fazer a retificação. Saiba mais aqui.

Quem perder o prazo de envio terá de pagar multa de R$ 165,74 ou 1% do imposto devido, prevalecendo o maior valor. 

A entrega é obrigatória para quem recebeu acima de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2020. Isso equivale a um salário acima de R$ 1.903,98, incluído o 13º salário.

Também deverá entregar a declaração quem tenha recebido rendimentos isentos acima de R$ 40 mil em 2020, quem tenha obtido ganho de capital na venda de bens ou realizou operações de qualquer tipo na Bolsa de Valores, quem tenha patrimônio acima de R$ 300 mil até 31 de dezembro do ano passado e quem optou pela isenção de imposto de venda de um imóvel residencial para a compra de um outro imóvel em até 180 dias.

Cinco lotes de restituição

Assim como no ano passado, serão pagos cinco lotes de restituições, nas seguintes datas:

  • 31 de maio
  • 30 de junho
  • 30 de julho
  • 31 de agosto
  • 30 de setembro

Aqueles contribuintes com direito à restituição e que enviaram a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, devem receber as restituições mais cedo. Têm prioridade idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais. 

(Com Agência Brasil)

Mais Recentes da CNN