Juros do empréstimo pessoal sobem 0,48% em julho, mostra Procon em levantamento

A taxa média do empréstimo pessoal nos seis bancos pesquisados foi de 6,29% ao mês, acréscimo de 0,03 ponto porcentual em relação à taxa média do mês anterior

Foto: Getty Images/tommy

Por Bruno Luiz, da Reuters

Ouvir notícia

 

Levantamento do Procon-SP divulgado nesta quinta-feira (15) aponta que a taxa de juros do empréstimo pessoal teve alta de 0,48% em relação a junho. Já a tarifa do cheque especial não sofreu alteração.

A taxa média do empréstimo pessoal nos seis bancos pesquisados foi de 6,29% ao mês, acréscimo de 0,03 ponto porcentual em relação à taxa média do mês anterior, de 6,26% a.m. – uma variação positiva de 0,48%. A única instituição que promoveu alteração foi o Bradesco: de 7,22% para 7,42% ao mês.

Os demais bancos (Caixa Econômica Federal, Itaú, Safra, Santander e Banco do Brasil) mantiveram suas taxas. No cheque especial, a média ficou em 7,96% ao mês, a mesma desde fevereiro.

Vale mencionar que, em junho, o Banco Central elevou a taxa básica de juros, a Selic, de 3,50% para 4,25% ao ano, além de sinalizar mais uma alta em, pelo menos, mais 0,75 ponto porcentual.

Mais Recentes da CNN