Justiça mantém suspensão de reajuste do gás em Rio de Janeiro e Alagoas

Ceará, Espírito Santo e Santa Catarina também venceram liminares que suspenderam reajustes de gás da Petrobras

Tribunais do RJ e AL mantiveram decisões que suspenderam reajustes do preço do gás natural
Tribunais do RJ e AL mantiveram decisões que suspenderam reajustes do preço do gás natural 20/02/2018REUTERS/Paulo Whitaker

da Reuters

Ouvir notícia

Os Tribunais de Justiça do Rio de Janeiro e de Alagoas negaram recursos da Petrobras e mantiveram decisões que suspenderam reajustes do preço do gás natural nos dois estados, segundo informações das distribuidoras passadas para a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás).

O mérito dos recursos ainda será analisado pelos tribunais, explicou a associação, após ser questionada.

A informação foi publicada mais cedo pela agência epbr, que também apontou o fracasso da petroleira estatal em recurso contra a suspensão de reajuste em Sergipe. Esse caso, porém, está em segredo de Justiça e a distribuidora afirmou que não iria comentar.

Procurada, a Petrobras disse que não faria comentários.

Além desses três estados, Ceará, Espírito Santo e Santa Catarina também venceram liminares que suspenderam reajustes de gás da Petrobras. A petroleira informou no fim do ano que iria recorrer das decisões.

Mais Recentes da CNN