Lavagem de dinheiro: polícia britânica apreende R$ 2,1 bilhões em criptomoedas

Criminosos têm usado as criptos como uma forma de lavar dinheiro e ficar um passo à frente da polícia, dos impostos e das forças de segurança

Foto: Dado Ruvic/Reuters

Da Reuters

Ouvir notícia

A polícia britânica apreendeu 294 milhões de libras (cerca de R$ 2,1 bilhões) em criptomoedas como parte de uma investigação sobre lavagem de dinheiro.

Nesta terça-feira (13), a polícia de Londres disse que apreendeu 180 milhões de libras (R$ 1,2 bi) de uma criptomoeda não divulgada. Isso ocorre menos de três semanas depois de fazer uma outra apreensão, de cerca de 114 milhões de libras (R$ 818 mi), durante investigação sobre lavagem de dinheiro.

“Embora o dinheiro ainda seja o rei do mundo do crime, à medida que as plataformas digitais se desenvolvem, vemos cada vez mais criminosos organizados usando criptomoeda para lavar seu dinheiro sujo”, disse o subcomissário da Polícia Metropolitana, Graham McNulty.

Uma mulher de 39 anos foi presa sob suspeita de lavagem de dinheiro depois que o primeiro montante foi descoberto. Ela também foi interrogada sobre a segunda apreensão, de 180 milhões de libras.

“A apreensão de hoje é outro marco significativo nesta investigação, que continuará por meses à medida que focamos aqueles que estão no centro desta operação suspeita de lavagem de dinheiro”, disse o detetive Joe Ryan.

Como as criptomoedas são em grande parte anônimas, convenientes e globais por natureza, alguns dos maiores grupos criminosos do mundo apostaram muito nelas como uma forma de lavar dinheiro e ficar um passo à frente da polícia, dos impostos e das forças de segurança.

Mais Recentes da CNN