Lira pede apuração e siglas veem baixo quórum para PEC dos Precatórios

Levantamento aponta baixo comparecimento de parlamentares na quarta-feira (3)

Da CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), entrou em contato com diversos líderes de partidos nesta quinta-feira (28) para procurar saber quantos parlamentares compareceriam ao plenário na quarta-feira (3) para a votação da PEC dos Precatórios. No entanto, as respostas obtidas pelo deputado sugerem um quórum baixo caso a proposta seja votada nesse dia.

De acordo com a âncora da CNN Daniela Lima, Lira foi alertado que será difícil mobilizar um número seguro de deputados para garantir a aprovação da pauta justamente porque a sessão plenária ocorreria após o feriado prolongado de Finados. Dessa forma, ele foi aconselhado a postergar a votação.

Para ser aprovada, a proposta precisará de 308 votos em dois turnos. Ou seja, 3/5 dos 513 deputados federais precisam estar a favor. Após isso a medida será votada no Senado Federal.

A PEC é uma das apostas do governo para financiar o Auxílio Brasil, programa social que deve substituir o Bolsa Família. No entanto, como a proposta está travada no Congresso Nacional, o governo começará a pagar o benefício no dia 17 de novembro sem as parcelas extras para atingir o valor mínimo de R$ 400.

Mais Recentes da CNN