Lojas Renner: lucro cai 76,4% e atinge R$ 193,1 milhões no 2º trimestre

A receita líquida da companhia foi de R$ 2,489 bilhões, alta de 207,9%

Unidade das lojas Renner
Unidade das lojas Renner Foto: Divulgação

Talita Nascimento, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

A Lojas Renner apresentou lucro líquido de R$ 193,1 milhões no segundo trimestre de 2021, uma queda de 76,4% em relação ao mesmo período de 2020. No entanto, um ano atrás a empresa teve uma recuperação de crédito fiscal relacionado ao PIS e a Cofins, o que se trata de um ganho não recorrente.

“Em bases comparáveis, o resultado do segundo trimestre de 2021 foi 184,7% superior ao do mesmo período de 2020, em função, principalmente, do maior resultado operacional”, aponta a companhia em seu release de resultados.

O Ebitda Total ajustado (excluindo arrendamentos), por sua vez, foi de R$ 478 milhões, queda de 22,6%. O mesmo indicador com a inclusão de arrendamentos foi de R$ 330 milhões, queda de 34,9%. Os créditos fiscais também explicam a queda dessa linha do balanço.

“A redução em relação ao mesmo trimestre do ano passado foi consequência do crédito fiscal reconhecido. Excluído este efeito, houve uma evolução relevante de R$ 557,4 milhões (245,1%), entre os períodos, em função do maior resultado operacional de varejo”, explica a companhia.

A receita líquida da companhia foi de R$ 2,489 bilhões, alta de 207,9%. Já esse mesmo indicador, sem considerar a receita de produtos financeiros, foi de R$ 2,257 bilhões, alta de 318%. Enquanto isso, o GMV (volume de mercadorias bruto) da operação online foi de R$ 414,5 milhões, alta de 66,5%.

Tópicos

Mais Recentes da CNN