Maia e Guedes discutem estratégia para manter teto de gastos

Encontro demonstra a preocupação de ambos com a articulação de setores do Legislativo e do governo que tentam furar a regra

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia
O ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia Foto: José Cruz/Agência Brasil

Igor Gadelhada CNN

Ouvir notícia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o ministro da Economia, Paulo Guedes, têm encontro na tarde desta terça-feira (11) para discutir assuntos da pauta econômica.

Além da reforma tributária, eles vão discutir uma estratégia conjunta para manter o teto de gastos, regra prevista na Constituição que impede as despesas do governo de crescerem acima da inflação.

Leia também:

Maia já admite disputar reeleição na Câmara se for candidato de consenso

O teto de gastos é o que permite inflação e juros baixos, diz Mesquita, do Itaú

Gilmar envia ao plenário do STF ação contra reeleições de Maia e Alcolumbre

A preocupação de Maia e Guedes vem em meio a uma articulação de setores do Legislativo e do governo, como do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, para furar a regra.

Preocupado, Guedes escalou seus assessores especiais no ministério para defenderem o teto de gastos junto a líderes partidários, principalmente de legendas do chamado Centrão.

À CNN, um líder de uma dessas siglas relatou que foi procurado nos últimos dias por uma assessora de Guedes, que apresentou dados para defender que é “fundamental” manter a regra do teto.

Uma das principais lideranças do Centrão, o líder do Progressistas na Câmara, Arthur Lira (AL), também deve participar da reunião entre Maia e Guedes, marcada para 17 horas.

Mais Recentes da CNN