Maioria das Bolsas da Europa fecha em alta com dados e Evergrande

Nesse cenário, o índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,46%, a 471,88 pontos, com ganho semanal de 0,53%

Indicadores melhores do que o esperado da indústria europeia também contribuíram para os ganhos nos índices acionários
Indicadores melhores do que o esperado da indústria europeia também contribuíram para os ganhos nos índices acionários Foto: Vecteezy

Iander Porcella, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

As bolsas da Europa fecharam majoritariamente em alta nesta sexta-feira (22) com um alívio, mesmo que temporário, das preocupações do mercado em relação à incorporadora imobiliária chinesa Evergrande, que evitou um calote iminente. Indicadores melhores do que o esperado da indústria europeia também contribuíram para os ganhos nos índices acionários.

Nesse cenário, o índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,46%, a 471,88 pontos, com ganho semanal de 0,53%.

“Ao olharmos para a abertura europeia de hoje, podemos esperar uma abertura positiva após relatos na Ásia de que Evergrande estaria pagando os US$ 83 milhões de juros devidos em seus títulos em dólares”, escreveu o analista-chefe de mercados da CMC Markets, Michael Hewson, em comentário antes da abertura.

Ao longo do dia, os mercados europeus repercutiram positivamente a informação de que a gigante do setor imobiliário da China, que acumula dívidas superiores a US$ 300 bilhões, transferiu fundos a uma conta no Citibank para o pagamento de juros de títulos com vencimento para o sábado (23).

A medida evitou um calote no curto prazo, mas analistas ressaltam que o problema de liquidez da empresa permanece.

Indicadores econômicos divulgados nesta sexta também sustentaram o apetite por risco. Os índices de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor industrial da zona do euro e da Alemanha recuaram menos do que o previsto em outubro.

No Reino Unido, tanto o PMI industrial quanto o de serviços subiram no período, o que contrariou a estimativa de queda.

Na Bolsa de Londres, o índice FTSE 100 subiu 0,34%, a 7.214,76 pontos, mas registrou perda semanal de 0,27%.

Em Frankfurt, o índice DAX fechou com ganho de 0,46%, aos 15.542,98 pontos, mas acumulou queda de 0,28% na semana.

Na Bolsa de Paris, o índice CAC 40 avançou 0,71%, a 6.733,69 pontos, com alta de 0,09% em relação a sexta-feira da semana passada.

Em Milão, o índice FTSE MIB fechou em alta de 0,18%, aos 26.571,73 pontos, e teve ganho de 0,31% na semana.

Na Bolsa de Madri, o índice IBEX 35, na contramão do resto do mercado acionário europeu, recuou 0,41%, a 8.906,40 pontos, com perda semanal de 1,0%.

Em Lisboa, o índice PSI 20 subiu 0,76%, a 5.774,14 pontos, com alta semanal de 2,04%.

Mais Recentes da CNN