Mais da metade dos acionistas da Toshiba rejeitam plano de cisão

Pedido separado do acionista ativista 3D Investment Partners para uma compra de private equity também foi rejeitado por quase 55% dos acionistas que votaram

Logo do conglomerado Toshiba em Tóquio, no Japão
Logo do conglomerado Toshiba em Tóquio, no Japão REUTERS/Toru Hanai

Reuters

Ouvir notícia

Quase 60% dos acionistas da Toshiba votaram contra um plano de desmembrar seus negócios de dispositivos do restante do grupo, segundo um documento disponibilizado nesta segunda-feira (28) e que detalha a votação realizada na semana passada.

Um pedido separado do acionista ativista 3D Investment Partners para uma compra de private equity também foi rejeitado por quase 55% dos acionistas que votaram.

Ambas as propostas precisavam de 50% dos votos para serem aprovadas na reunião extraordinária da última quinta-feira.

Com as duas propostas concorrentes rejeitadas, o conglomerado japonês precisa buscar alternativas, potencialmente focando no plano do novo presidente-executivo Taro Shimada, de aumentar receita com assinaturas vinculando software com hardware.

Houve uma oposição generalizada ao plano apoiado pela administração da companhia para desmembrar o negócio de dispositivos, inclusive dos três maiores acionistas da Toshiba e empresas de consultoria de acionistas proxy.

A proposta da 3D, o segundo maior acionista da Toshiba com uma participação de mais de 7%, teve o apoio de outros acionistas ativistas, mas a consultoria Institutional Shareholder Services (ISS) emitiu parecer desaconselhando essa opção.

Mais Recentes da CNN