Marcelo Knopfelmacher: Inflação não é um fenômeno exclusivo do Brasil

No quadro Liberdade de Opinião desta segunda-feira (1º), o comentarista avaliou a declaração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de que a economia brasileira está se recuperando bem

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião desta segunda-feira (1º), o comentarista Marcelo Knopfelmacher avaliou a declaração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de que a economia brasileira estaria se recuperando bem. Bolsonaro discursou aos líderes do G20, em Roma, neste sábado e, após sair da reunião, conversou com jornalistas e falou sobre a economia e o desmatamento no país.

“A economia brasileira está aquém do esperado, com índices ruins, inflação muito alta, o preço do combustível alto, o Copom está intensificando os aumentos na taxa de juros, hoje estamos com 7,75%, o que demonstra que o país não está indo como presidente da República colocou, inclusive a previsão do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano é de um pouco menos de 5%, mas temos que comparar com o PIB do ano passado, então o crescimento efetivo vai estar por volta de 1,5%. Realmente é uma recuperação bastante lenta. A questão econômica e a fala de Bolsonaro não correspondem aos fatos”, disse Knopfelmacher.

“Assim como o Brasil, todos os países sofreram demais, a inflação não é um fenômeno apenas daqui, em outros países como a França e a Alemanha se verifica uma inflação que é natural após um processo de pandemia e paralisação. Mas realmente os indicadores econômicos apontam que a recuperação está sofrível no país.”

O Liberdade de Opinião teve a participação de Thiago Anastácio e Marcelo Knopfelmacher. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Marcelo Knopfelmacher
Marcelo Knopfelmacher / CNN Brasil (01.nov.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

(Publicado por Kaluan Bernardo)

Mais Recentes da CNN