Marfrig garante que vai manter distância da gestão, mas já é dona da BRF

Ouça o Abertura de Mercado desta sexta-feira (4), com apresentação da comentarista de economia da CNN Thaís Herédia

Abertura de Mercado
Abertura de Mercado Foto: CNN

do CNN Brasl Business, em São Paulo*

Ouvir notícia

 

As gigantes brasileiras das carnes estão no centro do Abertura de Mercado desta sexta-feira (4). Nesta quinta-feira, a Marfrig — maior fabricante de hambúrguer do mundo –, soltou um comunicado para dizer que comprou mais ações da BRF. 

A empresa já havia pedido autorização do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para comprar quase um quarto das ações circulantes da BRF e, agora, vai aumentar sua participação para 31,6%. Até então, os maiores acionistas da BRF tinham no máximo 6% do capital da empresa. 

 

Outra informação importante desse comunicado da Marfrig de quinta-feira é que ela não quer interferir na gestão da BRF. Não quer nem cadeira no conselho. A BRF, oficialmente, segue calada. Esse clima seria uma estratégia do negócio?

Para entender esse movimento, a comentarista de economia da CNN e apresentadora deste podcast, Thaís Herédia, convidou a também comentarista de economia da CNN Raquel Landim, que explica como começou a relação entre as duas gigantes até chegar no ponto de agora.  

Landim é autora de um dos livros mais importantes sobre o mundo corporativo brasileiro, o Why Not: Como os irmãos Joesley e Wesley, da JBS, transformaram um açougue em Goiás na maior empresa de carnes do mundo. 

 

Com os últimos anúncios, as ações da BRF dispararam 14% em dois dias. O movimento com os papéis da Marfrig foi mais contido, com a alta girando em torno de 2% na última quarta-feira. 

Na quinta-feira foi feriado no Brasil, por isso, não houve pregão. No exterior, porém, o dia não foi favorável para os ativos das empresas brasileiras. Isso pode ser uma pista para o que vai acontecer na abertura desta sexta-feira. 

Para discutir as perspectivas para o futuro do mercado de ações e para o dólar, Herédia, traz uma série de notícias e ouve especialistas.

Produzido pela Maremoto para a CNN Brasil, este podcast pode ser ouvido pelas plataformas de streaming e pelo site. Aproveite para conhecer nossos outros programas em áudio aqui.

Agenda

Na próxima semana, saem os dados oficiais sobre o desempenho do varejo em abril, divulgados pelo IBGE na terça-feira (8). A expectativa dos economistas é de uma recuperação depois da queda de 0,6% de março. Vale dizer que esse resultado já foi muito menor do que o esperado pelos analistas, que chegaram a prever uma perda de 7% naquele mês. A pesquisa do IBGE sobre o setor de serviços sai na sexta-feira (11). 

Outro destaque da semana será o IPCA de maio, divulgado na quarta-feira (9). Pelas estimativas, a média deve ficar em 0,7%. O que pode assustar é o índice em 12 meses, que deve passar de 8% ao ano, o maior patamar desde 2015, quando tivemos uma inflação de dois dígitos.

*Texto publicado por Ligia Tuon 

 

Mais Recentes da CNN