Ibovespa cai, mas segura alta de 2% na semana; dólar sobe com foco no Orçamento

O movimento foi impactado pela CPI da Covid-19 a ser instalada pelo Senado por determinação do STF e pelo impasse sobre o Orçamento de 2021

Foto: CNN

Natália Flach e Leonardo Guimarães, do CNN Brasil Business, em São Paulo*

Ouvir notícia

Enquanto o mercado olhava para o cenário político no Brasil, o dólar subiu 1,80% nesta sexta-feira, a R$ 5,6748

Operadores comentaram sobre notícias de que pareceres da Câmara e do Senado recomendariam a sanção sem vetos da peça orçamentária e que, entre as opções para recompor as despesas obrigatórias, pode ser criado projeto de lei ou decreto presidencial. 

Na B3, o Ibovespa fechou em queda de 0,54%, para 117.669 pontos. Na semana, o índice ainda segurou alta de 2,1%. 

O índice foi pressionado particularmente pelo declínio de 1,44% da Vale (VALE3) após a ação renovar máximas históricas na semana, enquanto siderúrgicas figuraram entre os destaques positivos dado o ambiente ainda favorável para os preços do aço no Brasil.

O movimento foi impactado pelas discussões decorrentes da CPI da Covid-19 a ser instalada pelo Senado por determinação do STF.

Para a equipe de research da Necton, a CPI da Covid é uma “importante fonte de problemas para o presidente nas próximas semanas. O governo terá que gastar capital político para estancar a crise e pode faltar energia para avançar outras pautas econômicas”.

Em São Paulo, o governo do estado anunciou hoje uma flexibilização das restrições para conter a disseminação da Covid-19 no Estado e permitirá, a partir de segunda-feira a reabertura de lojas de material de construção e a possibilidade de clientes retirarem produtos de bares e restaurantes, disse o vice-governador, Rodrigo Garcia (DEM).

Também foi retirada a restrição à realização de atividades esportivas profissionais, o que permitirá a volta das partidas do Campeonato Paulista, que serão feitas ainda sem público.

Lá fora 

Os índices S&P 500 e Dow Jones subiram nesta sexta-feira, encerrando a sessão em máximas recordes e registrando o terceiro avanço semanal consecutivo. 

O Dow Jones subiu 0,89%, aos 33.800 pontos, o S&P 500 avançou 0,77%, aos 4.128 pontos, e o Nasdaq teve alta de 0,51%, aos 13.900 pontos.

Os índices acionários europeus mostraram fraqueza nesta sexta-feira, mas registraram a mais longa série de ganhos semanais desde novembro de 2019 diante de esperanças de recuperação no crescimento econômico, o que compensou as dúvidas sobre o programa de vacinação contra a Covid-19 na zona do euro.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,08%, a 1.683 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,08%, a 437 pontos, depois de atingir na abertura máxima recorde.

O sentimento global era sustentado pela promessa do Federal Reserve de manter a política monetária ultrafrouxa mesmo com dados mostrando que a atividade dos Estados Unidos está ganhando força.

Com Reuters

Mais Recentes da CNN