Ibovespa fecha em queda mesmo com valorização dos bancos; dólar sobe a R$ 5,66

Investidores temem que o diagnóstico possa ser mais um fator complicador para as eleições, além de prejudicar a gestão da maior economia do mundo no curto prazo

Do CNN Brasil Business, em São Paulo*

Ouvir notícia

O Ibovespa termina a semana na casa dos 94 mil pontos, com um desempenho ruim na semana: queda de 3%. O Renda Cidadã foi a principal pauta da semana. Os investidores não gostaram da proposta do governo para pagar o novo programa de transferência de renda. 

Nesta sexta-feira, o anúncio de que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, contraiu o novo coronavírus preocupou os investidores e nem mesmo a alta de bancos levou o índice ao campo positivo.

Acompanhando o movimento externo, o Ibovespa fechou em queda de 1,53%, para 94.015,68 pontos. 

Leita também:
Trump está com Covid-19 e bolsas caem com novas incertezas nos EUA
Desvalorização do real em 2020 só perde para moedas da Venezuela e da Zâmbia

O presidente dos EUA, Donald Trump, e a primeira-dama, Melania, em Cleveland
O presidente dos EUA, Donald Trump, e a primeira-dama, Melania, em Cleveland
Foto: Carlos Barria – 29.set.2020 / Reuters

Investidores temem que o diagnóstico de Trump possa ser mais um fator complicador para as eleições, além de prejudicar a gestão da maior economia do mundo no curto prazo.

Os bancos impediam uma queda maior do Ibovespa. “O BC anunciou que vai manter a alíquota dos depósitos compulsórios em 17% até abril. Com isso, os bancos acumulavam altas”, diz Daniel Herrera, analista da Toro Investimentos.

As ações do Santander (SANB11) foram as líderes da sessão com alta de 1,79%. Os papéis do Bradesco (BBDC4) subiram 0,82% e os Itaú (ITUB4) tiveram alta de 0,31%

O dólar fechou em leve alta ante o real nesta sexta-feira, revertendo queda de mais cedo, num pregão de força da moeda norte-americana no mundo 

O dólar à vista subiu 0,24%, a R$ 5,6669 na venda, após cair 0,80% na mínima da sessão.

Na semana, a cotação ganhou 2,04%. Em 2020, dispara 41,22%.

No noticiário doméstico, segue a cautela dos últimos dias em relação aos riscos fiscais atrelados ao novo programa de transferência de renda proposto pelo governo.

Mas a sexta-feira tabém trouxe dados animadores: a produção industrial brasileira registrou alta de 3,2% em agosto na comparação com o mês anterior, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Lá fora

Todos os principais índices acionários de Wall Street caíram com a dificuldade de alcançar estímulo fiscal e a desaceleração da recuperação econômica também afetando o sentimento.

O Dow Jones teve queda de 0,48%, enquanto o S&P 500 teve baixa de 0,95% e o Nasdaq Composite recuava 2,83%.

As ações europeias fecharam ligeiramente em alta nesta sexta-feira, superando a fraqueza inicial provocada pela notícia de que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, testou positivo para a Covid-19.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,22%, a 1.405 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,25%, a 363 pontos.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

Mais Recentes da CNN