Bolsa vira e encerra sessão em queda com Petrobras, Vale e bancos; dólar sobe

Ações da Petrobras recuavam cerca de 1,5% após Arthur Lira (PP-AL) questionar a responsabilidade da estatal nos preços do combustível e do gás

Dólar tem leve alta contra real antes de dados de inflação dos EUA
Dólar tem leve alta contra real antes de dados de inflação dos EUA 26/03/2015REUTERS/Gary Cameron

Por Luana Maria Benedito, da Reuters

Ouvir notícia

O dólar avançou ante o real nesta terça-feira (14) após a divulgação de dados sobre a inflação norte-americana que podem traçar o caminho da política monetária do Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos. 

No encerramento do pregão, a divisa norte-americana avançou 0,65%, a R$ 5,2571 na venda. Na véspera, a moeda norte-americana spot caiu 0,84%, a R$ 5,2236 na venda.

Na B3, o Ibovespa operou no campo negativo mesmo após fala do presidente do Banco Central Roberto Campos Neto. No fim da sessão, o índice recuou 0,19%, aos 116.180 pontos.

 

As ações da Petrobras recuaram cerca de 0,34% após Arthur Lira (PP-AL) questionar a responsabilidade da estatal nos preços do combustível e do gás. Joaquim Silva e Luna, presidente da companhia, debateu os preços dos combustíveis em reunião na Câmara.

Entre as notícias positivas, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou que o plano de voo do BC para o controle da inflação mira horizonte mais longo e que, apesar de algumas surpresas inflacionárias, a autoridade monetária acha importante comunicar que não reagirá a cada dado novo.

Lá fora, o núcleo dos preços ao consumidor nos Estados Unidos subiu no ritmo mais lento em seis meses em agosto, sugerindo que a inflação provavelmente atingiu seu pico, embora possa permanecer alta por um tempo em meio às persistentes restrições de oferta.

O Departamento do Trabalho informou que o índice de preços ao consumidor excluindo os componentes voláteis de alimentos e energia subiu 0,1% no mês passado. Foi a taxa mais fraca desde fevereiro, após aumento de 0,3% em julho. Na base anual, o núcleo dos preços avançou 4,0%, depois de alta de 4,3% em julho.

O índice geral avançou 0,3% no mês passado após subir 0,5% em julho. Nos 12 meses até agosto, a inflação teve alta de 5,3%, ante 5,4% em julho nessa base de comparação. Economistas consultados pela Reuters projetavam alta de 0,3% do núcleo dos preços e de 0,4% do índice geral.

Mais Recentes da CNN