Ibovespa recua com mau humor global; dólar fecha estável

Investidores repercutiam fortes quedas nas bolsas asiáticas após novas obrigações impostas a aplicativos de entregas de comida

Foto: CNN

Tamires Vitório e Leonardo Guimarães,

do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia

Os investidores decidiram esperar a decisão de política monetária do Fed (Federal Reserve, o banco central dos EUA), antes de fazer qualquer aposta no real nesta terça-feira (27). Com isso, o dólar teve variação positiva de apenas 0,01%, para R$ 5,1755. 

Na B3, o Ibovespa seguiu o mau humor do exterior e fechou em queda de 1,1%, para 124.612 pontos. 

Na ásia, as bolsas de Hong Kong e Xangai tiveram forte queda depois que o regulador antitruste da China anunciou uma série de medidas para restringir o setor de aplicativos de entrega de comida, como pagar um salário mínimo a entregadores. 

Nos EUA, os índices acionários recuaram após alcançarem máximas recordes na véspera. 

Internamente, os investidores olham para a temporada de balanços. As ações da Tim (TIMS3) caíram 0,78% após a operadora reportar lucro de R$ 672 milhões no segundo trimestre. Os papéis subiam durante boa parte do pregão, mas o preço foi afetado por uma realização de lucros rápida.

Após o pregão, a CSN (CSNA3) apresenta os números de seu segundo tri. Os papéis da empresa fecharam em queda de 1,01%. No setor, Vale (VALE3) caiu 2,08%, Usiminas (USIM5) recuou 3,3% e Gerdau (GGBR4) teve queda de 3,58%. 

Na política, o senador Ciro Nogueira (PP-PI) aceitou o convite do presidente Jair Bolsonaro para assumir a Casa Civil, enquanto o governo se aproxima cada vez mais do Centrão. 

No caso do fundo eleitoral, Bolsonaro indicou que vai manter parte do valor de R$ 5,7 bilhões aprovados para as eleições do ano que vem. 

Lá fora

As ações dos Estados Unidos recuaram de máximas recordes nesta terça-feira, antes de balanços corporativos das empresas mais valiosas em Wall Street e da reunião de política monetária do Federal Reserve.

Mais de um terço das empresas do S&P 500 divulgará seus resultados trimestrais esta semana, lideradas por Apple, Microsoft, Amazon e Alphabet, as quatro maiores empresas norte-americanas por valor de mercado.

O índice Dow Jones caiu 0,24%, a 35.058 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,47%, a 4.401 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 1,21%, a 14.660 pontos.

Dados de bens de capital mais fracos que o esperado afetaram o sentimento, enquanto investidores aguardam ainda mais sinais do banco central dos EUA sobre quando pretende começar a reduzir seu programa de estímulo. A reunião de dois dias do Fed começou nesta terça-feira.

As ações da China e de Hong Kong ampliaram as perdas e terminaram em mínimas de vários meses nesta terça-feira, com os investidores preocupados com o impacto de regulamentações mais rígidas do governo.

O que começou como vendas em ações contaminou os mercados de renda fixa e câmbio nesta terça-feira, levando o iuan a cair abaixo de níveis psicológicos importantes e os futuros dos títulos do governo chinês de 10 anos a perder 0,35%.

O iuan onshore e offshore devolveu pequenos ganhos contra o dólar para enfraquecer além de 6,5 por dólar, para mínimas em mais de três meses. Um operador de um banco estrangeiro disse que a quebra do nível de 6,5 pode levar a mais fraqueza para o iuan.

Nos mercados acionários, o índice Hang Seng de Hong Kong caiu 4,22%, para o menor nível de fechamento desde novembro e levando as perdas desde quinta-feira a mais de 9,5%.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 3,53%, no menor nível de fechamento desde novembro, enquanto o índice de Xangai teve queda de 2,49%, para o patamar mais fraco desde 25 de março.

As perdas aconteceram depois de novas regras para o setor de tutoria privada da China, além de novas medidas regulatórias nos setores de tecnologia e imobiliário.

*Com Reuters

Mais Recentes da CNN