Ouro terá valor recorde em 2021, apesar de revisão negativa, diz Credit Suisse

Analistas estudaram dados históricos e compararam a velocidade de recuperação do mercado em cenários de crise como o atual

Foto: Michael Dalder/File Photo/Reuters

Vinicius Gonçalves, colaboração para o CNN Brasil Business

Ouvir notícia

O banco Credit Suisse revisou a projeção do ouro para o próximo ano. A expectativa anterior para a onça-troy era de US$ 2.500. Após revisão divulgada em relatório na terça-feira (15), o valor passou para US$ 2.100. Mesmo com a expectativa de baixa em comparação às projeções anteriores, o valor ainda representa o maior índice alcançado pelo metal, o que deve manter o interesse crescente de investidores para o próximo ano.

Leia também:
Bitcoin supera US$ 20 mil pela 1ª vez na história
Real lidera ganhos entre moedas emergentes com queda do dólar; futuro é incerto
O dólar está quase voltando para a casa dos R$ 4 – vai cair ainda mais?

Para chegar às novas projeções, os analistas estudaram dados históricos e compararam a velocidade de recuperação do mercado em cenários de crise como o atual. 

Ainda segundo o documento, o pequeno recuo se deu principalmente pelo impacto da crise econômica que atingiu todo o planeta após a pandemia do novo coronavírus. 

Ouro em tempos de crise 

O ouro vem de uma escalada de altas expressivas. Na média do último ano, o metal apresentou valorização de quase 80% no grama, passando de R$ 171 em 2019 para R$ 307 em 2020.

De acordo com especialistas, a alta do ouro acontece por se tratar de um ativo seguro para preservar patrimônios em períodos de incerteza, como crises econômicas, guerras e crises sanitárias como a atual. 

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

 

Mais Recentes da CNN