Ministério da Economia da Alemanha vê salto da inflação como temporário

A inflação anual dos preços ao consumidor no país acelerou mais do que o esperado e atingiu uma máxima de 13 anos em julho

Foto: REUTERS/Fabrizio Bensch/File Photo

Rene Wagner e Caroline Copley,

da Reuters

Ouvir notícia

O governo alemão acredita que o recente aumento na inflação será temporário, já que foi impulsionado, em grande parte, por efeitos especiais que diminuirão no início do próximo ano, disse o Ministério da Economia do país nesta sexta-feira (13).

A inflação anual dos preços ao consumidor na Alemanha acelerou mais do que o esperado e atingiu uma máxima de 13 anos em julho, levando o sindicato do setor de serviços Verdi a exigir imediatamente “fortes aumentos salariais”.

“Não se espera um aumento sustentado na taxa de inflação em relação à perspectiva de hoje”, disse o ministério alemão em seu relatório mensal. “Atualmente, não há sinais de uma espiral de preços e salários que possa levar a uma inflação permanentemente alta.”

O principal fator para o salto da inflação foram os efeitos de base de uma redução temporária do imposto sobre valor agregado (IVA) no segundo semestre de 2020, disse o ministério, acrescentando que espera que a inflação diminua significativamente quando esses efeitos passarem.

O ministério também disse que a economia alemã possui dois ritmos, com o setor de serviços se beneficiando de um relaxamento das restrições ao coronavírus, enquanto a indústria sofre com gargalos em sua cadeia de suprimentos.

“No entanto, o momento basicamente positivo da economia em geral persiste e está impulsionando a recuperação econômica”, afirmou o documento.

 

Mais Recentes da CNN