Mudança de nome da Volkswagen nos EUA foi brincadeira que acabou em confusão

Veículos de comunicação começaram a noticiar que a ideia da mudança de nome era real, citando fontes anônimas da VW

Foto: Fabian Bimmer/Reuters

Peter Valdes-Dapena, do CNN Business

Ouvir notícia

 

Em um movimento ligado à sua nova investida em veículos elétricos, o braço americano da Volkswagen confirmou nesta terça-feira que estava mudando seu nome para “Voltswagen”. Horas depois, porém, a empresa admitiu que a coisa toda foi um engano irônico que se transformou em um desastre total.

“A Volkswagen da America não mudará seu nome para Voltswagen”, disse a empresa em um comunicado enviado ao CNN Business. “A renomeação foi projetada para ser um anúncio no espírito do Dia da Mentira, destacando o lançamento do SUV totalmente elétrico ID.4 e sinalizando nosso compromisso em levar mobilidade elétrica a todos. Em breve forneceremos atualizações adicionais sobre este assunto”.

 

O desastre começou na segunda-feira com o que parecia ser uma bobagem chocante – trocadilho absolutamente intencional – quando a Volkswagen publicou um breve comunicado à imprensa inacabado anunciando um plano para mudar seu nome para Voltswagen.

Volt como em … eletricidade. Pegou? Porque a Volkswagen (VLKAF) está vendendo veículos elétricos agora.

Como na próxima quinta-feira, 1º de abril, será comemorado o Dia da Mentira, não estava claro, de início, este era o lançamento prematuro de um plano real ou apenas o lançamento prematuro de uma piada moderadamente engraçada.

Comunicados falsos à imprensa são um clássico da data, e as montadoras costumam entrar no jogo divulgando coisas como o Mini Yachtsman, uma piada de 2012 da Mini Cooper, do Grupo BMW, na qual a empresa anunciou que estava fazendo um carro anfíbio. (Claramente não fez.)

Mas, durante a segunda-feira, veículos de comunicação começaram a noticiar que a ideia da mudança de nome era real, citando fontes anônimas da VW. 

Então, na terça-feira de manhã, a VW postou o lançamento completo e concluído. A empresa apresentou isso como um anúncio direto, como se fosse verdade, embora não fosse. E ainda não era 1º de abril.

No comunicado que postou na manhã de terça-feira, a Volkswagen afirmou que, pelo menos na América, usaria o nome Voltswagen em anúncios e em emblemas cromados na parte traseira de seu veículo elétrico. O nome não apareceria nos carros movidos a gasolina, disse o comunicado.

Não será a primeira vez que uma empresa brinca com seu nome para promover grandes mudanças. Em 2018, a rede de restaurantes IHOP anunciou um plano para mudar seu nome para IHOb. IHOP significa International House of Pancakes. 

(Texto traduzido. Clique aqui para ler o original)

Tópicos

Mais Recentes da CNN