“Não sou favorável a políticas temporárias”, diz relator da MP do Auxílio Brasil

Deputado federal Marcelo Aro afirmou que o ministério da Economia não informou sobre mudanças no texto

Da CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Em conversa com jornalistas, o relator da medida provisória que cria o Auxílio Brasil, deputado federal Marcelo Aro (PP-MG), afirmou que não é favorável a políticas temporárias para o programa social. O benefício seria anunciado nesta terça-feira (19) pelo governo federal, mas o evento foi adiado.

 

A intenção da equipe econômica é pagar um valor médio de R$ 400, mas com parcelas adicionais extrateto em caráter temporário até o ano que vem, diante da alta da inflação e do preço dos alimentos. De acordo com o parlamentar, o Ministério da Economia não informou a ele mudanças como essa.

“Eu vinha cobrando do ministério um posicionamento, números e eles não me passaram”, disse Aro.

“Nós precisamos de uma política estruturante, de uma política de Estado e não acredito que benefícios temporários sejam a solução para essa camada mais vulnerável e necessitada do país.”

Mais Recentes da CNN