Não troque segurança por lucros econômicos, diz Otan a países ocidentais

Secretário-geral da aliança militar ocidental, Jens Stoltenberg, alertou especialmente sobre o uso da tecnologia chinesa em redes 5G e a construção do gasoduto Nord Stream 2

Secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, discursa durante Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça
Secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, discursa durante Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça 24/05/2022 REUTERS/Arnd Wiegmann

da Reuters

Ouvir notícia

Os países ocidentais não devem trocar sua segurança por lucros econômicos, alertou o secretário-geral da aliança militar ocidental Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Jens Stoltenberg, nesta terça-feira (24), referindo-se ao debate sobre o uso da tecnologia chinesa em redes 5G e a construção do gasoduto Nord Stream 2.

“Devemos reconhecer que nossas escolhas econômicas têm consequências para nossa segurança. A liberdade é mais importante do que o livre comércio”, disse Stoltenberg aos líderes empresariais reunidos no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

“Não estou argumentando contra o comércio com a China, mas estou dizendo que, por exemplo, o controle das redes 5G é de importância vital para a segurança”, disse Stoltenberg.

“Não podemos dizer que, no interesse dos lucros e do livre comércio, apenas abrimos essas redes também para fornecedores que realmente não são confiáveis quando se trata de nossa segurança”, acrescentou Stoltenberg.

 

Mais Recentes da CNN