Nasdaq é pressionado por aumento dos rendimentos; Tesla e MSD limitam perdas

Entrega de carros elétricos no terceiro trimestre pela Tesla superou as expectativas do mercado, e ações subiram

Setores de tecnologia e serviços de comunicação lideravam as perdas do S&P 500
Setores de tecnologia e serviços de comunicação lideravam as perdas do S&P 500 REUTERS/Brendan McDermid

Shreyashi Sanyalda Reuters

Ouvir notícia

O índice Nasdaq caía nesta segunda-feira (4), uma vez que a maioria das ações de tecnologia era pressionada pelo avanço nos rendimentos dos Treasuries, embora as quedas no S&P 500 e no Dow Jones fossem contidas pelos ganhos nas ações de Tesla e Merck.

Os rendimentos dos Treasuries têm sido sustentados por dados recentes mostrando alta nos gastos do consumidor, atividade industrial acelerada e inflação elevada, alimentando apostas de que o Federal Reserve pode começar a apertar a política monetária antes do esperado.

Grandes empresas como Apple, Facebook, Microsoft, Alphabet e Amazon tinham quedas entre 0,9% e 3,9%.

Os setores de tecnologia e serviços de comunicação do S&P 500 perdiam mais de 1,5% cada, liderando as perdas entre os 11 principais índices.

Mas a alta de 3,2% nas ações da MSD (conhecida nos EUA como Merck) ajudava a conter as perdas no S&P 500 e no Dow Jones. A empresa do segmento farmacêutico desenvolveu um remédio experimental antiviral para os que correm mais risco de contrair a forma severa da Covid-19.

A Tesla avançava 2,6%, depois de entregar um recorde de carros elétricos no terceiro trimestre, superando as estimativas de Wall Street.

Às 11h11, no horário de Brasília, o índice Dow Jones caía 0,1%, a 34.294 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,341746%, a 4.342 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 1,18%, a 14.395 pontos.

Mais Recentes da CNN