Nos EUA, Domino’s lança carro-robô para entregar pizzas

Assim que o carro chega, o cliente digita um código na tela acoplada ao veículo e as portas se abrem para servir a comida

Alexis Benveniste, do CNN Business*

Ouvir notícia

Os robôs estão chegando, e estão trazendo pizza. Esta semana, a Domino’s está lançando um serviço de entrega com carros-robôs para clientes selecionados em Houston, no Texas. Para quem optar, o delivery chegará em veículo totalmente autônomo da marca Nuro.

Funciona assim: os clientes da vizinhança de Woodland Heights, em Houston, podem optar entrega do robô e receber mensagens com atualizações sobre a localização do carro e um código numérico que pode ser usado para retirar o pedido. Assim que o carro chega, o cliente digita o número na tela acoplada ao veículo e as portas se abrem para servir a comida.

O carro-robô da Nuro foi o primeiro veículo de entrega totalmente autônomo e livre de humanos a receber a aprovação regulatória do Departamento de Transporte dos EUA no ano passado, disse a Domino’s.

Mas esta não é a primeira incursão da empresa no mundo das entregas autônomas. Em 2017, a empresa sediada em Michigan usou um híbrido Ford Fusion autônomo para entregar pizzas a clientes escolhidos aleatoriamente em Ann Arbor, Michigan. E em 2013, a Domino’s testou a entrega de pizza via drone no Reino Unido.

Embora esses experimentos sejam úteis quando se trata de inovação e geração de buzz para a marca, os consumidores não devem esperar uma mudança sísmica na forma como os alimentos são entregues. Por enquanto, pelo menos.

“Ainda há muito que nossa marca precisa aprender sobre o espaço de entrega autônomo”, disse Dennis Maloney, vice-presidente sênior e diretor de inovação da Domino’s, sobre a nova iniciativa. “Este programa nos permitirá entender melhor como os clientes respondem às entregas, como eles interagem com o robô e como isso afeta as operações da loja.”

A Domino’s não é a primeira rede de pizzarias a brincar com essa tecnologia. Em 2018, a Pizza Hut anunciou que estava trabalhando com a Toyota para lançar um veículo de entrega totalmente autônomo.

Apesar disso, os veículos autônomos estão longe de ser a tendência. Durante anos, as empresas de automóveis autônomos operaram acreditando que sua tecnologia e infraestrutura rodoviária seriam suficientes. Mas a direção autônoma provou ser mais difícil de decolar do que o esperado.

As empresas perderam os prazos de implantação e a indústria de entregas se consolidou, mesmo com uma empresa tão grande como o Uber vendendo seu programa de veículos autônomos.

*Matéria traduzida, clique aqui para ler o texto original

Mais Recentes da CNN