Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Nova presidente da Caixa anuncia canal de denúncia contra assédio no banco nesta terça

    Atendimento prevê serviço por telefone 24 horas, por equipe especializada, para funcionárias que liguem de qualquer número, estando presencialmente ou fora do prédio da Caixa

    Basília Rodriguesda CNN

    Ouvir notícia

    A nova presidente da Caixa Econômica Federal, Daniella Marques, vai lançar nesta terça-feira (5), durante sua cerimônia de posse, um canal exclusivo para mulheres que trabalham no banco denunciarem casos de assédio. A medida chamada de Diálogo Seguro será dividida em três eixos: acolhimento, denúncia e sugestões.

    Marques assume o comando do banco após pedido de demissão do ex-presidente Pedro Guimarães, acusado de ser autor de assédio sexual e moral contra funcionárias da Caixa.

    Uma das estratégias do novo canal é concentrar a administração somente em mulheres indicadas pela nova presidente da instituição. Executivos da gestão anterior foram acusados de não adotarem postura isenta.

    O atendimento prevê serviço por telefone 24 horas, por equipe especializada, para funcionárias que liguem de qualquer número, estando presencialmente ou fora do prédio da Caixa.

    O canal aceitará denúncias anônimas de suspeitas ou eventuais violações de conduta, e cada caso seria acompanhado de maneira individual. Nas situações em que as funcionárias queiram se identificar, elas contarão com acompanhamento de psicólogas e assistentes sociais. O banco afirma que haverá tratamento sigiloso das informações. Serão aceitas também contribuições dos servidores da Caixa sobre o combate ao assédio.

    De acordo com auxiliares, a nova presidente vai adotar um plano de comunicação em que ativamente falará da condição das mulheres no mercado de trabalho e do enfrentamento de preconceitos. Após as denúncias, e investigação ainda em curso, há preocupação com o desgaste da imagem do banco.

    Mais Recentes da CNN