Nova rodada do auxílio emergencial deve custar R$ 9,25 bilhões por mês

Segundo o portal do orçamento do Senado Federal, o Siga Brasil, as novas rodadas do auxílio emergencial devem custar R$ 9,25 bilhões entre junho e outubro

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A nova rodada do auxílio emergencial — que vai de junho e outubro — deverá custar R$ 9,25 bilhões por mês aos cofres públicos, segundo o portal do orçamento do Senado Federal, o Siga Brasil.

Nesta segunda-feira (14), o ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou que o benefício será estendido por mais três meses. Embora não tenha detalhado os novos valores, a tendência é que sejam mantidos os atuais, que vão de R$ 150 a R$ 375.  

 

O impacto da nova rodada deve ser maior do que o atual, cujo impacto mensal em abril e maio foi de R$ 8,9 bilhões, por conta de uma maior abrangência para receber o benefício.

Em 2020, o auxílio emergencial chegou a impactar mais de R$ 40 bilhões de pessoas por mês quando ainda pagava o valor cheio de R$ 600. Com a redução do repasse em 2021, o impacto nas contas públicas deve ser menor, mas ainda é considerável.

Auxílio emergencial 2021
Começam os pagamentos do auxílio emergencial 2021
Foto: Arthur Souza/Photopress/Estadão Conteúdo

 

Mais Recentes da CNN