Nubank faz teste de cartão de crédito sem rotativo, que será concluído em 2021

A ideia é transferir os clientes para um crédito parcelado em até 12 vezes e reduzir o juros de 13% para algo até 7% ao mês

Cartão do Nubank: a intenção é reduzir os juros cobrados pela metade 
Cartão do Nubank: a intenção é reduzir os juros cobrados pela metade  Foto: Divulgação

Carlina Mandl, da Reuters

Ouvir notícia

O Nubank deu início neste mês em testes para acabar com a modalidade de rotativo do cartão de crédito e transformá-lo em parcelado com juros menores, disse nesta segunda-feira Cristina Junqueira, cofundadora do banco digital.

A ideia é transferir os clientes que não conseguirem pagar em dia a fatura do cartão direto para um crédito parcelado em até 12 vezes, o que Junqueira imagina que levará a uma redução do juro, de 13% para algo em torno de 6% a 7% ao mês.

Leia também:
Nubank achou o caminho do lucro? Para fundadores, Easynvest pode ser um atalho
Nubank faz parceria com Chico Rei e lança coleção de roupas veganas e acessórios

“Percebemos que muitos clientes entram no crédito rotativo sem nem se dar conta”, disse a cofundadora do Nubank. “Ao cair no parcelado, a expectativa é que ele perceba o custo do crédito.”

Cerca de 150 mil pessoas foram incluídas na fase de testes, que devem ser concluídos no primeiro trimestre de 2021.

Desde 2017, o Banco Central limita o uso do rotativo do cartão de credito a um período máximo de 30 dias, com o objetivo de evitar que o consumidor caia numa divida que depois não consiga quitar. Depois disso, o saldo devedor é parcelado.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

Tópicos

Mais Recentes da CNN