Oi assina contrato de exclusividade com consórcio Vivo, Claro e Tim

Consórcio Claro, Vivo e Tim ofereceu R$ 16,5 bilhões pela operação móvel da Oi, tirando temporariamente do páreo a Highline

Raquel Landimda CNN

Ouvir notícia

A Oi acabou de assinar um contrato de exclusividade para negociar a venda da sua operação de telefonia móvel com o consórcio Claro, Vivo e Tim.

Segundo apurou o CNN Business, a duração do contrato é muito curta. Os dois lados têm apenas alguns dias para fechar todos os termos do negócio.

O consórcio Claro, Vivo e Tim ofereceu R$ 16,5 bilhões pela operação móvel da Oi, tirando temporariamente do páreo a Highline, que pertence ao fundo americano Digital Colony.

Leia também:

Venda da Oi será feita para a melhor oferta, diz CEO

O que pode impactar o preço das ações da Oi no curto e no médio prazo

Na próxima semana, a Oi deve escolher quem terá a preferência no leilão da unidade, previsto para ocorrer até janeiro do ano que vem. O leilão é necessário porque a Oi está em recuperação judicial.

Caso seja concretizada, a venda da operação de celular da Oi para os concorrentes, que pretendem fatiá-la, vai passar por um crivo rigoroso do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). 

Em entrevista ao Jornal da CNN, Alexandre Barreto, presidente do Cade, disse que o negócio vai reduzir a competição no leilão do 5G.

Orelhão da Oi
Orelhão da Oi
Foto: Reuters/Ricardo Moraes

 

Mais Recentes da CNN