ONS projeta reservatórios em agosto com a pior média mensal da série histórica

Em julho, o Subsistema Sudeste/Centro-Oeste já havia apresentado seu pior resultado

*Elis Barreto, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

 O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) prevê que o mês de agosto pode registrar a pior média mensal de ocupação dos reservatórios de toda a série histórica, iniciada em 2000. A previsão é que os reservatórios das hidroelétricas do subsistema Sudeste/Centro-Oeste alcançarão 21,4% da capacidade. Em 2001, ano em que o país enfrentou uma crise energética que levou ao racionamento de energia, o mês de agosto terminou com 23,4% de volume de água dos reservatórios.

Em julho deste ano, o ONS já havia registrado o menor patamar de armazenamento médio mensal obtido nas hidroelétricas das duas regiões, com 25,97%. Neste mesmo período de 2001, ano crítico para o sistema de abastecimento energético do país, o nível médio dos reservatórios era de 26,85%.

Na sexta-feira (30), em entrevista à CNN, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou que, apesar da crise hídrica pela qual o Brasil passa, “não haverá racionamento e trabalhamos para que não haja risco de apagão”.

Albuquerque explicou que a pasta trabalha junto às indústrias para evitar que “haja concentração de demanda energética em horários que levaria a apagão, estamos conversando com a indústria para que dentro das necessidades escolhermos o descolamento, ou eles mesmos, com devidas compensações para o sistema elétrico”.

Segundo o ONS, a fonte hidráulica de energia representa quase 65% da carga elétrica gerada no país. E o subsistema Sudeste/Centro-Oeste é o responsável por 70% de toda energia hidráulica gerada no Sistema Interligado Nacional (SIN).

*Sob supervisão de Stéfano Salles

Usina Hidrelétrica de Mauá
Usina Hidrelétrica de Mauá
Foto: Divulgação/Usina Hidrelétrica de Mauá

Mais Recentes da CNN