Pacote de infraestrutura dos EUA tem novos riscos, com divisões entre democratas

Diferenças podem bloquear um pacote de infraestrutura de quase US$ 1 trilhão na próxima semana

Democratas centristas e progressistas divergem sobre valores
Democratas centristas e progressistas divergem sobre valores REUTERS/Tom Brenner

Dow Jones Newswires, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

As persistentes divisões entre membros do Partido Democrata sobre o tamanho do pacote de medidas de bem-estar social e para combater mudanças climáticas ameaçam a agenda do presidente Joe Biden nos Estados Unidos. Há sinais de que essas diferenças podem bloquear o pacote de infraestrutura de quase US$ 1 trilhão na próxima semana.

O partido governista busca um acordo. Biden planeja se reunir nesta quarta-feira com o líder da maioria democrata no Senado, Chuck Schumer, e com a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, para discutir as duas propostas sobre o assunto, disse uma fonte ligada ao assunto.

Os democratas há semanas elaboram um pacote de US$ 3,5 trilhões que expandiria acesso ao seguro-saúde, ofereceria berçário a todos e reduziria emissões de carbono, entre outras medidas.

Entretanto, democratas centristas têm mostrado preocupação com o custo do projeto, bem como com aumentos de impostos para cobri-lo, defendendo alternativa mais modesta.

Pelosi havia se comprometido a apresentar o pacote de infraestrutura até 27 de setembro na Câmara, em negociações anteriores com democratas moderados.

Já os democratas progressistas dizem que não querem votar o pacote de infraestrutura até que a lei de US$ 3,5 trilhões seja aprovada no Congresso.

Mais Recentes da CNN