Parte de empregos criados supera vagas perdidas na pandemia, diz economista

À CNN Rádio, Jason Vieira disse que retomada ainda não é sentida na taxa de desemprego

REUTERS/Amanda Perobelli

Amanda Garcia com produção de Larissa Coelhoda CNN

Ouvir notícia

O Brasil teve 313.902 vagas de trabalho com carteira assinada no mês de setembro – número que veio abaixo do esperado pelo mercado e que representa uma desaceleração de 13,7% em relação a agosto.

Na avaliação do economista-chefe da Infinity Asset, Jason Vieira, em entrevista à CNN Rádio, “há um número expressivo de postos de trabalho criados acima do que foi perdido na pandemia.”

Embora admita que o número ainda não reflita na taxa de desemprego, ele demonstra que “alguns setores estão em ciclo de recuperação.”

O economista destaca os setores da construção civil e agricultura, que cresceram em número de vagas nos meses anteriores, e o comércio. “A recuperação vem do comércio, depende das reaberturas que estão praticamente completas, e da indústria de transformação, que está em recuperação.”

Para Jason Vieira, a retomada da taxa do desemprego – que hoje gira em torno de 14% – para um patamar abaixo de 10% depende da recuperação econômica no próximo ano.

“Há dúvidas com relação à questão fiscal no curto prazo e, por isso, existe a dúvida de quando o ciclo vai se completar abaixo de 10%, mas provavelmente só deve acontecer a partir de 2023.”

Mais Recentes da CNN