Páscoa já foi? Supermercados vão estender a venda de ovos de chocolate neste ano

Acordo entre as associações representativas prevê o acréscimo de duas semanas ao calendário padrão

Loja vende ovos de chocolate para a Páscoa
Loja vende ovos de chocolate para a Páscoa Foto: Evandro Leal/Enquadrar/Estadão Conteúdo

Wesley Santana, colaboração para o CNN Brasil Business

Ouvir notícia

A indústria de chocolates e diversas redes de supermercados no Brasil entraram em um acordo para estender a venda de ovos de Páscoa neste ano por mais duas semanas. 

Firmado entre a Abicab (Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas) e a Abras (Associação Brasileira de Supermercados), o acerto estende o calendário anual de vendas dos ovos que, normalmente, se encerra na semana seguinte ao domingo de Páscoa.

Segundo as entidades, em razão das medidas restritivas, muitos consumidores não conseguiram comprar os chocolates até a data comemorativa. A iniciativa, portanto, permite que os clientes comprem com mais tranquilidade e cuidado. 

Ainda segundo as associações, neste ano, a indústria e o varejo também investiram em canais de vendas online, como e-commerce e aplicativos de delivery, para dar mais segurança aos clientes durante as compras.

Onde comprar?

O CNN Brasil Business preparou uma lista com as possibilidades de se comprar ovos de Páscoa pela internet, com entrega rápida. As opções são os aplicativos de delivery, como Rappi, iFood e Cornershop, e as plataformas digitais de varejistas e supermercadistas. 

Algumas lojas de chocolate também fazem vendas online. A Cacau Show, por exemplo, firmou uma parceria com o serviço Uber Direct para garantir a entrega dos pedidos no mesmo dia. Nesse caso, a compra deve ser feita pelo telefone ou WhatsApp de cada loja. 

Mais Recentes da CNN