Perdas no setor de tecnologia pressionam índices acionários europeus

Índice FTSEurofirst 300 caiu 0,46%, a 1.743 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,47%, a 451 pontos

Além disso, bancos e empresas de luxo também caíram, devido a temores de desaceleração do crescimento global
Além disso, bancos e empresas de luxo também caíram, devido a temores de desaceleração do crescimento global REUTERS

Sruthi ShankarSusan Mathewda Reuters

Por Sruthi Shankar e Susan Mathew, da Reuters

Ouvir notícia

As ações europeias caíram nesta segunda-feira (4) após seu pior desempenho semanal desde fevereiro, em meio a um número crescente de riscos, incluindo sinais de inflação, rendimentos elevados dos títulos e problemas financeiros da incorporadora China Evergrande.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,46%, a 1.743 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,47%, a 451 pontos, mantendo-se perto de uma mínima em dois meses atingida na liquidação da semana passada.

Uma virada no sinal do índice para positivo durante a sessão, influenciada por rali das ações de materiais, foi superada ao final do pregão pelas perdas nos papéis de tecnologia, intensificadas pela desvalorização de seus pares em Wall Street em meio a salto nos rendimentos dos Treasuries. [.NPT]

Os bancos e empresas de luxo também caíram, devido a temores de desaceleração do crescimento global, já que a China, a segunda maior economia do mundo, enfrenta novas restrições de combate à Covid-19, desaceleração do setor imobiliário e restrições regulatórias.

“Os investidores devem se preparar para mais volatilidade do mercado acionário ao longo de outubro, que também é um momento sazonalmente turbulento para as ações, já que as preocupações com a inflação, problemas na cadeia de oferta e as políticas monetárias da China e do Federal Reserve ainda estão entre nós”, disse Jay Pestrichelli, presidente-executivo da ZEGA Financial.

O STOXX 600 já caiu 5% ante uma máxima recorde atingida em agosto, devido a sinais de desaceleração do crescimento e alta da inflação.

Em Londres, o índice Financial Times recuou 0,23%, a 7.011,01 pontos.

Em Frankefurt, o índice DAX caiu 0,79%, a 15.036,55 pontos.

Em Paris, o índice CAC-40 perdeu 0,61%, a 6.477,66 pontos.

Em Milão, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,60%, a 25.460,80 pontos.

Em Madri, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,09%, a 8.791,70 pontos.

Em Lisboa, o índice PSI20 valorizou-se 0,64%, a 5.511,84 pontos.

 

Mais Recentes da CNN