Pesquisa da FGV indica dificuldade de empresas na contratação de crédito

Para especialistas, bancos e instituições financeiras não sentem confiança em conceder empréstimos com a atual situação econômica

Bruna Macedoda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Enquanto empresas de todos os setores ainda sentem as consequências da pandemia, muitos pequenos empresários lutam para manter os negócios. Uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) estima que a concessão de crédito ainda é baixa no Brasil, o que dificulta manter as empresas e criar novos investimentos.

O estudo indica que as medidas de restrição e a insegurança financeira trazidas pela pandemia afetaram diretamente a capacidade de lucro das empresas, e isso implica em uma redução dos recursos de crédito.

A mesma pesquisa ainda mostra que o microempreendedor só teria tido mais liberdade de investimento, de arcar com as dívidas e de conseguir capital de giro se os bancos tivessem conseguido oferecer mais crédito do que foi disponibilizado.

Atualmente, o Brasil possui 17 milhões de pequenas empresas, e muitas delas usam recursos próprios para investimento nos negócios.

A pesquisa da FGV estima que, para as micro e pequenas empresas voltarem a crescer, seria necessário injetar R$ 514 bilhões em crédito anual, mas segundo especialistas, bancos e instituições financeiras não sentem confiança em conceder empréstimos com a atual situação econômica.

Mais Recentes da CNN