Petrobras divulga lista das 20 vencedoras do programa de R$ 22 mi para startups

Seleção é a maior já aberta no setor de petróleo, gás e energia no país

Startups do Programa Petrobras Conexões para Inovaçãoreceberão aportes de até R$ 500 mil ou de até R$ 1,5 milhão
Startups do Programa Petrobras Conexões para Inovaçãoreceberão aportes de até R$ 500 mil ou de até R$ 1,5 milhão Reuters

Denise Luna, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

A Petrobras divulgou nesta sexta-feira (3) as vinte empresas vencedoras do III edital do Programa Petrobras Conexões para Inovação – módulo Startups. Com valor de R$ 22 milhões e voltado para pequenas firmas inovadoras, a seleção é a maior já aberta no setor de petróleo, gás e energia no país.

As startups receberão aportes de até R$ 500 mil ou de até R$ 1,5 milhão, a depender da categoria, para serem usados em projetos nas verticais de Tecnologias Digitais (12), Robótica (3), Tecnologias de Inspeção (2), Modelagem Geológica (2) e Eficiência Energética (1).

A data prevista para assinatura dos contratos e início dos trabalhos é fevereiro de 2022.

Além do suporte financeiro para o desenvolvimento dos projetos de inovação, as empresas selecionadas recebem mentoria técnica com especialistas da Petrobras e mentoria de negócios e apoio à gestão com consultores do Sebrae, parceiro da companhia no edital.

Ao final do processo, os projetos finalizados com sucesso têm a possibilidade de atender demandas não só da Petrobras, mas também de se tornarem fornecedoras da cadeia produtiva de petróleo e gás.

“O protagonismo da Petrobras na interação com startups, empresas e institutos de ciência e tecnologia torna a companhia um grande motor da inovação, acelerando grandes entregas de valor, além de contribuir para o desenvolvimento do ecossistema de inovação no País”, avalia o diretor de Transformação Digital e Inovação da Petrobras, Nicolás Simone.

Segundo ele, o investimento visa atender demandas mapeadas internamente na companhia e o desenvolvimento ágil de soluções com possibilidade de implantação na indústria de óleo e gás.

 

Mais Recentes da CNN