Petrobras diz que conselheiro Marcelo Gasparino renunciou ao cargo

Cargo poderá ser preenchido por substituto eleito pelo colegiado até que seja realizada uma próxima Assembleia Geral de Acionistas, diz estatal

Tanques de armazenamento de combustível da Petrobras em uma refinaria de petróleo
Tanques de armazenamento de combustível da Petrobras em uma refinaria de petróleo Foto: Per-Anders Pettersson/Getty Images

Por Marta Nogueira, da Reuters

Ouvir notícia

 A Petrobras recebeu nesta sexta-feira (16) carta de renúncia do conselheiro de administração Marcelo Gasparino, eleito por meio de processo de voto múltiplo em assembleia de acionistas nesta semana, informou a companhia em fato relevante.

A estatal pontuou que as regras de seu estatuto social definem que, em caso de vacância do cargo de conselheiro eleito por voto múltiplo que não seja decorrente de destituição, o cargo poderá ser preenchido por substituto eleito pelo colegiado até que seja realizada uma próxima Assembleia Geral de Acionistas.

“Essa Assembleia deverá proceder à eleição dos oito membros do Conselho eleitos por voto múltiplo, não havendo obrigatoriedade de convocação de Assembleia específica pela companhia para esse fim”, afirmou.

Tópicos

Mais Recentes da CNN