Petrobras tira americana Excelerate Energy de disputa por terminal na Bahia

Na proposta, a Excelerate Ener havia oferecido o pagamento de cerca de R$ 3 milhões por mês, ou um total de R$ 92,142 milhões em 30 meses

Tanques de armazenamento de combustível da Petrobras em uma refinaria de petróleo
Tanques de armazenamento de combustível da Petrobras em uma refinaria de petróleo Foto: Per-Anders Pettersson/Getty Images

Por Marta Nogueira, da Reuters

Ouvir notícia

 A Petrobras desclassificou a norte-americana Excelerate Energy em licitação para arrendamento do Terminal de Regaseificação de Gás Natural Liquefeito (GNL) da Bahia (TR-BA) e instalações associadas, por não atendimento às regras do edital, segundo documento publicado no site da petroleira.

A Excelerate Energy, única companhia a fazer proposta pelo terminal, tem até 28 de junho para apresentar recurso.

Na proposta, a norte-americana havia oferecido o pagamento de cerca de R$ 3 milhões por mês, ou um total de R$ 92,142 milhões em 30 meses.

Com sede no Texas, a Excelerate Energy é uma empresa de GNL, que fornece serviços integrados ao longo de toda a cadeia de valor do insumo, segundo informações do site da empresa.

É o segundo processo licitatório do TR-BA. Na licitação anterior, a Petrobras terminou por desclassificar proposta apresentada pela Golar Power, depois de ter alterado o Grau de Risco de Integridade (GRI) da companhia.

Tópicos

Mais Recentes da CNN