PIB, juros ou reformas: para o que olhar primeiro?

Agenda da semana tem prévia do PIB e decisão de juros, com aumento da inflação no radar

Foto: CNN

Do CNN Brasil Business, em São Paulo*

Ouvir notícia

Esta será uma semana cheia na agenda econômica. Já pela manhã da segunda-feira é divulgado o IBC-Br, índice do Banco Central que serve de prévia do PIB, e, na quarta-feira, o Comitê de Política Econômica (Copom) do BC faz nova decisão sobre a Selic, a taxa básica de juros. 

Enquanto as perspectivas para o crescimento econômico estão otimistas, com repetidas revisões para cima, aquelas para os juros e a inflação estão um pouco mais alarmistas, com ambos podendo acabar mais altos do que o desejado. 

Isto em meio às expectativas e dúvidas acerca da maneira como avançam as reformas no Congresso, como a administrativa e a tributária, e os desdobramentos da CPI da Pandemia, que também mexem com os ânimos dos mercados. 

Receios em torno de uma piora na crise hídrica que ameaça o abastecimento energético do país também turvam um pouco mais esse horizonte.

Num cenário cheio de incertezas, possibilidades, e expectativas, como podemos ver as influências desses temas no mercado? 

Neste episódio do Abertura de Mercado a comentarista de economia da CNN e apresentadora desse podcast, Thais Herédia, ouve especialistas e explica mais a fundo esses assuntos e suas influências nas decisões do mercado.

*Texto publicado por Juliana Elias

Mais Recentes da CNN