PMI composto da zona do euro recua a 54,5 em março, mas fica acima do esperado

PMI do Reino Unido e da Alemanha também apresentaram quedas e recuaram a, respectivamente, 59,7 e 54,6

Notas de euro
Notas de euro 21/05/2019 REUTERS/Antonio Bronic

Sergio Caldas, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da zona do euro, que engloba os setores industrial e de serviços, caiu de 55,5 em fevereiro para 54,5 em março, segundo dados preliminares divulgados nesta quinta-feira (24) pela S&P Global.

Apesar do declínio, a leitura acima da marca de 50 mostra que a atividade do bloco continua se expandindo neste mês, ainda que em ritmo mais contido.

Além disso, a prévia de março ficou bem acima da expectativa de analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam queda do PMI composto a 53,3.

Apenas o PMI industrial da zona do euro recuou de 58,2 para 57 no mesmo período, atingindo o menor nível em 14 meses, mas superou a previsão de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de redução a 55,5.

Já o PMI de serviços do bloco diminuiu de 55,5 em fevereiro para 54,8 em março, mas também ficou acima do consenso do mercado, de 54,3.

Alemanha: PMI composto recua em março; indústria e serviços superam expectativas

O PMI composto da Alemanha caiu de 55,6 em fevereiro para 54,6 em março.

Apesar do declínio, a leitura acima da marca de 50 mostra que a atividade da maior economia da Europa continua se expandindo neste mês, ainda que em ritmo mais contido.

Apenas o PMI industrial alemão recuou de 58,4 para 57,6 no mesmo período, atingindo o menor nível em três meses, mas superou a previsão de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de queda a 55,8.

Já o PMI de serviços alemão diminuiu de 55,8 em fevereiro para 55 em março, mas também ficou acima do consenso do mercado, de 54.

PMI composto do Reino Unido cai a 59,7 em março, mas supera expectativas

O PMI composto do Reino Unido caiu de 59,9 em fevereiro para 59,7 em março.

Apesar da queda, a leitura bem acima de 50 indica que a atividade econômica britânica continua se expandindo em ritmo forte neste mês, ainda que um pouco mais contido.

Além disso, a prévia de março ficou bem acima da expectativa de analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam redução do PMI composto a 58.

Apenas o PMI industrial do Reino Unido recuou de 58 para 55,5 no mesmo período, atingindo o menor nível em 13 meses, e ficou abaixo do consenso do mercado, de 57.

Já o PMI de serviços britânicos avançou de 60,5 em fevereiro para 61 em março, tocando o maior patamar em nove meses e surpreendendo analistas, que previam declínio a 58.

Mais Recentes da CNN