Polícia Federal abrirá concurso com 1.500 vagas; salários chegam a R$ 23,7 mil

As oportunidades são para agentes, escrivães, delegados e papiloscopistas; Inscrições começam em 22 de janeiro

Agentes da Polícia Federal: inscrição para concurso com 1,5 mil vagas começa em 22 de janeiro
Agentes da Polícia Federal: inscrição para concurso com 1,5 mil vagas começa em 22 de janeiro Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil (18.fev.2020)

Washington Luiz, colaboração para o CNN Brasil Business

Ouvir notícia

Com 1.500 vagas, o edital para o concurso da Polícia Federal foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (15). As inscrições começam em 22 de janeiro e vão até 9 de fevereiro. 

O cargo com a maior quantidade de vagas é o de agente da Polícia Federal com 893 postos. A seleção tem outras 400 oportunidades para escrivães, 123 chances para delegados e 84 vagas para papiloscopistas. Apenas a função de delegado exige formação superior em direito. Para as outras oportunidades, a exigência é ter ensino superior, em qualquer área. 

 

De acordo com a PF, será o segundo maior concurso da história da instituição. A previsão é que os selecionados ocupem os cargos até 31 de dezembro deste ano. Outros 500 excedentes do cadastro reserva poderão ser convocados em 2022. Se isso ocorrer, a corporação poderá ultrapassar a marca de 12 mil policiais. 

Inscrições

Para se inscrever, os interessados devem acessar o site do Cebraspe (Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção de Promoção de Eventos). A taxa de inscrição varia conforme o cargo. Candidatos às funções de agente, escrivão e papiloscopista pagam R$ 180. O valor é de R$ 250 para quem for concorrer ao posto de delegado.

Salários 

De acordo com o edital, os selecionados em todas as etapas do concurso receberão as seguintes remunerações iniciais: 

  • Agente, escrivão e papiloscopista: R$ 12.522,50
  • Delegado: R$ 23.692,74

Provas 

As provas objetivas estão marcadas para 21 de março, em todas as capitais. 

Depois de realizarem as provas objetivas e discursivas, os candidatos aprovados vão passar por testes de aptidão física; avaliação médica e psicológica; prova oral e prova de digitação para os cargos de delegado e escrivão, respectivamente, além de avaliação de título e investigação social. 

Ao final desse processo, os selecionados vão realizar um curso de dez semanas na Academia Nacional de Polícia, em Brasília. A previsão é que essa formação comece em agosto deste ano. 

Mais Recentes da CNN