Preços de combustíveis nos postos têm maior nível em ao menos 7 semanas

O valor do diesel, combustível mais utilizado do Brasil, registrou alta média de 1,8%, enquanto a gasolina subiu 0,88%

Funcionário de posto de gasolina abastece carro em São Paulo
Funcionário de posto de gasolina abastece carro em São Paulo Foto: Paulo Whitaker/Reuters

Da Reuters

Ouvir notícia

Os preços médios do diesel, gasolina e etanol nos postos de combustíveis do Brasil subiram ao longo da última semana, atingindo os maiores níveis em pelo menos sete semanas, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) publicados na sexta-feira (4).

Segundo a reguladora, o valor do diesel, combustível mais utilizado do Brasil, registrou alta média de 1,8% no período, atingindo R$ 3,582 por litro. Já a gasolina subiu 0,88%, com o litro custando em média R$ 4,467.

Leia também:
Táxis sem motorista ganham terreno na China
Aluguel de carro fica cerca de 20% mais caro por falta de frota em locadoras

Os valores de ambos os combustíveis haviam recuado na semana de 22 a 28 de novembro, se comparados à semana imediatamente anterior, mas agora retomaram viés de alta e atingiram o maior patamar desde meados de outubro, quando a ANP retomou seu levantamento de preços após um período de interrupção.

Na última quarta-feira, a Petrobras reduziu o preço da gasolina em suas refinarias em 2%, enquanto o valor do diesel foi mantido inalterado. Em novembro, porém, a estatal havia elevado as cotações de ambos em duas ocasiões.

No entanto, o repasse dos reajustes praticados pela estatal aos consumidores finais nos postos não é imediato, dependendo de uma série de fatores, como margem de distribuição e revenda, impostos e adição obrigatória de etanol anidro.

Concorrente da gasolina nas bombas, o etanol hidratado engatou pelo menos sua sétima semana consecutiva de altas — consequentemente, também atingindo o maior valor para o período. O biocombustível teve, em média, alta de 1,05%, para R$ 3,157 o litro, indicou a ANP.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

Mais Recentes da CNN