Preço do diesel renova máxima do ano em julho; alta anual chega a R$ 1 por litro

Segundo o índice de preços da Ticket Log, o diesel terminou julho com valor médio de R$ 4,803 por litro nas bombas

Funcionário de posto de gasolina abastece carro em São Paulo
Funcionário de posto de gasolina abastece carro em São Paulo Foto: Paulo Whitaker/Reuters

Por Gabriel Araujo, da Reuters

Ouvir notícia

 O preço médio do diesel comum nos postos de combustíveis do Brasil avançou 1,55% em julho frente ao fechamento do mês anterior, renovando o patamar mais elevado desde o início do ano, indicou a Ticket Log nesta segunda-feira (2).

De acordo com o índice de preços da companhia, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil, o diesel terminou julho com valor médio de R$ 4,803 por litro nas bombas.

Ao final da primeira quinzena do mês passado, o levantamento da Ticket Log –baseado em abastecimentos realizados por 1 milhão de veículos administrados pela marca em 21 mil postos credenciados– já indicava que o diesel comum havia batido o maior nível do ano até então, a R$ 4,775 /litro.

O patamar de fechamento de julho representa, ainda de acordo com a empresa, um aumento de R$ 0,96 por litro se comparado com o preço médio visto em dezembro do ano passado. De lá para cá, disse a Ticket Log, houve um aumento de 25% no preço do combustível mais consumido do Brasil.

O preço médio do diesel S-10, que possui menor teor de enxofre, também avançou em julho –com alta de 1,61%, foi comercializado a R$ 4,860 por litro, segundo o levantamento.

“Ambos os tipos do combustível apresentaram aumentos em todas as regiões do país”, afirmou em nota o head de Mercado Urbano da Edenred Brasil, Douglas Pina.

O preço mais alto para ambos os tipos de diesel foi verificado na região Norte, enquanto o Sul possui o valor médio mais baixo. Os aumentos mais expressivos em julho foram registrados no Nordeste, com o Norte verificando as menores elevações.

A pesquisa também indicou que em nenhum Estado brasileiro foi registrado recuo nos preços dos dois tipos do combustível no período.

Tópicos

Mais Recentes da CNN