Preço médio do etanol sobe 6% na semana, com queda apenas no DF e Amazonas

De acordo com ANP, valor médio nacional do combustível subiu de R$ 3,990 para R$ 4,247 por litro

Força-tarefa da ANP, Procon e Inmetro fiscaliza combustíveis em postos de Brasília
Força-tarefa da ANP, Procon e Inmetro fiscaliza combustíveis em postos de Brasília Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil (15/03/2021)

Tânia Rabello, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

Os preços médios do etanol hidratado subiram em 25 estados e caíram apenas no Amazonas e no Distrito Federal nesta semana, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Nos postos pesquisados pela ANP em todo o país, o preço médio do etanol subiu 6,44% na semana ante a anterior, de R$ 3,990 para R$ 4,247 o litro.

Em São Paulo, principal Estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, a cotação média do hidratado ficou em R$ 4,080, alta de 8,11% ante a semana anterior.

O preço mínimo registrado nesta semana para o etanol em um posto foi de R$ 3,395 litro, em São Paulo, e o menor preço médio estadual, de R$ 3,873, em Mato Grosso. O preço máximo, de R$ 6,454 o litro, foi verificado em um posto do Rio Grande do Sul. O maior preço médio estadual também foi o do Rio Grande do Sul, de R$ 5,412.

Na comparação mensal, o preço médio do biocombustível no País subiu 11,65%. O Estado com maior alta no período foi o Paraná, onde o litro subiu 14,48% no mês. Na apuração semanal, a maior alta de preço foi observada em São Paulo, com alta de 8,11%.

Mais Recentes da CNN